20 de abril de 2007

A HISTÓRIA DO TRABALHO NAS DIFERENTES SOCIEDADES


O Ser Humano foi colocado por Deus no mundo, não simplesmente para adaptar-se ao mundo, pois Deus deu a ele consciência. Pela consciência, sabe que ele e o mundo são objetos distintos, e por ter o mundo como objeto do qual ele é o sujeito, pode repensar e recriar o mundo. Tendo o mundo como objeto, o ser humano incide no mundo para modificar o mundo e melhor se adaptar a ele: surge, então, o trabalho.
Nas sociedades tribais, o trabalho era uma forma de a tribo sobreviver através da caça, da pesca e da coleta. Também o trabalho tinha por finalidade os ritos e mitos da tribo. Outra característica era a divisão do trabalho por sexo; além disso, o curto período de trabalho era completado por longos períodos de lazer e convivência.

A sociedade greco-romana dividiu o trabalho em três categorias: labor, poiesis e práxis. O labor era um trabalho dedicado à produção de alimentos para a sobrevivência do corpo. A poiesis era o trabalho do artesão e do escultor, seja para a fabricação de ferramentas, seja para o mero fim estético. A práxis se entendia como atividade política (do cidadão da polis). Na práxis a palavra e o discurso eram ferramentas de trabalho para encontrar soluções a fim de proporcionar o bem estar dos cidadãos
Na sociedade feudal, época em que a maioria das pessoas se encontrava no campesinato, havia arrendamento de terras onde o camponês trabalhava para si e para o dono do feudo (extensão de terra). O servo camponês também era obrigado a pagar altos impostos ao senho feudal pelo uso da terra, além de pagar imposto ao Estado e à Igreja.
Com a decadência do modelo feudal e a mecanização das indústrias nas cidades, surgiu uma classe que começou a contratar o trabalho dos camponeses para trabalharem em suas indústrias. O trabalho torna-se assalariado e o trabalhador torna-se uma mercadoria. O trabalhador, aqui, deixa de ser o dono do produto final e passa ser mero instrumento de produção, cujo resultado final é alheio a ele, não lhe pertence.
Com a evolução do capitalismo, os sistemas de produção foram sendo aperfeiçoados e o trabalhador precisou se especializar em uma determinada função no todo da produção, havendo assim a divisão do trabalho. Essa era passou a ser chamada de fordismo, pois Henry Ford, desde 1914, implantou este modelo na sua fábrica de automóveis. Frederick Taylor (1865-1915) sugeriria, então, uma racionalização do processo produtivo, nascendo à expressão fordismo/taylorismo.
Com a crise do petróleo em 1973, e com o anseio de valorizar o capital, o capitalismo pensa novas formas de elevar a produtividade e os lucros. A partir de 1970, desenvolve-se o que seria chamado de pós-fordismo ou acumulação flexível, com característica como a automação da indústria (eliminação do controle manual), flexibilização dos mercados de trabalho como trabalho doméstico, autônomo, trabalho temporário, por hora ou por subcontratação; além disso, os produtos começam a ser pensados para diminuir o seu tempo de uso, tornando-os facilmente descartáveis, aumentando assim o consumo.
Um problema, hoje, para a questão do trabalho é o desemprego, bem como o excesso de produção em detrimento do pequeno mercado de consumo ou de poder aquisitivo. Eis algumas das tarefas a solucionar!

Eliseu L. A de Oliveira, 3º semestre

20 comentários:

Rayza disse...

muito legal!

Shaira Zanela disse...

Adorei, me ajudou muito!!!

ANA FLAVIA disse...

nossa muito legal, tanbem me ajudou bastante

Anônimo disse...

Nossa Eu Adorei
Me Ajudou Muito Na Minha Pesquisa
Brigada

Anônimo disse...

Pô me ajudou muito mesmo.

Telma Luciana disse...

Pô a pesquisa me ajudou muito nossa adorei.

Anônimo disse...

pô meu adoreii muitooo vlw !!

Anônimo disse...

Cara, tu é um gênio e postou um ótimo trabalho.
Continua assim que vou continuar tirando 10 na escola!!

Anônimo disse...

Pow, valei msm. nao tinha ideia doq era esses negocios.
Muito obrigado

Anônimo disse...

aeee...agr eh 10 na certa

Anônimo disse...

aeee...agr eh 10 na certa

Anônimo disse...

ajudou bastante!!! obrigadaa

pra nois disse...

muito bom cara...
vlw

Anônimo disse...

valeu!foi miuto bom !

Jogos disse...

O me professor quis um DESENVOLVIMENTO sobre isso de 3 PÁGS. e faltou 3 linhas pra acabar...mas mesmo assim,ajudou mtooo!!!Vlw XD

Jogos disse...

O me professor quis um DESENVOLVIMENTO sobre isso de 3 PÁGS. e faltou 3 linhas pra acabar...mas mesmo assim,ajudou mtooo!!!Vlw XD

Anônimo disse...

Nossa mto bom esse texto...
Esclareceu mts duvidas q tinha e agora voh me dar super bem na prova!!!!!

Rakelly disse...

Muito boum mesmo.
Me ajudou bastante.
Conclui a introducao do meu trabalho.
Valeuu

leonam disse...

ficou muito bm entendi mais sobre o fordismo e o pos fordismo muito bom mesmo.

Helio Dias disse...

O trabalho sempre esteve presente nas sociedades, observamos, inclusive, que o próprio DEUS colocou Adão no Jardim do Édem com o objetivo de guardar e cultivar a terra (Gn 2.15).
ainda tem jente que não gosta de trabalhar!